Meu refúgio ficou pronto. As primeiras impressões têm sido ótimas. Aparentemente, ele é áspero e tem formato de armengue. Mas ele traz um sentimento renovador. Ele tem paz e silêncio, é claro e o ar circula por aqui. Eu me aconchego e me sinto à vontade, tendo uma liberdade inicial de quem quer voar muito mais longe.

Aqui ninguém me espia nem envenena, é intocável. Fico inspirada pois me aceito como sou, sendo. Não tenho mais vontade de sair, nem de ter, nem do meu coração parar. Era tudo que eu mais queria: respeitar o momento e viver no curso do tempo. Agora tenho meu presente e posso focar nos meus sonhos.

Isso é bobagem para os rasos, mas para os seres profundos tudo que os cercam tem vida, sentimentos, alma e falam. E tudo isso tem que conviver em harmonia para que haja encantamento. Para que haja inspiração. Para que haja isso aqui.

Escrito por Sarita Deoli

Baiana, advogada e estudante de Psicologia e Psicoterapia Holística. Criou o Trago o Sol em 2017 para conversar sobre as relações do ser humano consigo mesmo e com o mundo. Acredita no valor do autoconhecimento e do conhecimento em si. Tem mais esperança do que antigamente e insiste que não está aqui só de passagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: