Quando uma coisa começa a dar errado, parece uma bola de neve. Você pisca o olho e, de repente, você tá desempregado, o namorado(a) termina com você, alguém que você gosta muito te sacaneia, ou coisa pior.

Obviamente, você chora, sofre como um condenado, afinal, nada disso é fácil.

Tem umas situações que são tão ruins, que você jamais vai superar.

Mas enquanto você vive todo esse sofrimento, os minutos continuam a passar, as pessoas ao seu redor continuam vivendo, o universo continua a se transformar.

Preciso ser fria ao dizer que se lamentar não serve para nada. É incontrolável, eu sei, mas quanto menos durar, há mais chances de você reverter esse quadro e começar a ser feliz.

Você tem que buscar o poder interno que sempre esteve dentro de você antes de todos esses problemas acontecerem. Como você era antes de tudo isso?

Quais eram os seus sonhos?

Eu proíbo você de desistir de ser você pelos problemas da sua vida.

Não assuma o papel de vítima. Não fique aceitando todas essas pauladas de graça. Transforme em algo produtivo e positivo. Se esforce para mudar de cenário e ser quem você sempre esperou ser!

Escolha outro papel nesse filme. Seja aquela personagem que movimenta tudo na trama e não o coitadinho. Até porque se você não mexer na cena, ninguém vai fazê-lo por ti.

Escrito por Sarita de Oliveira

Criadora do Trago o Sol, Advogada, Psicoterapeuta Holística e futura Psicóloga. É curiosa, gosta de estudar e escrever sobre o bem estar mental e social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: